A Aalf – Associação de Artes e Letras de Freamunde
               nasceu do entusiasmo dum grupo de amigos que
               colaboravam com o jornal local “Fredemundus”, na sua
               organização de “Jogos Florais” e concursos artísticos e
               literários e as consequentes exposições.

A escritura da referida associação teve lugar a 13 de Agosto de
1995, onde se pode ler que o objectivo principal é a promoção de
artes e letras e de outras formas culturais, bem como a recuperação
da tradição da terra.

Ao longo da sua existência, promoveu várias exposições de artistas
locais não só em Freamunde e no concelho, como em Lousada,
Paredes, Penafiel, Felgueiras, Bragança e S. Pedro da Cova. Editou
vários livros de poemas, prosa, teatro e jogos culturais e tem
organizado sessões de intercâmbio luso-galaico, a nível da poesia,
da música, do debate.

Por sua iniciativa foi criada a “Feira do Artesanato de Freamunde”
que vai já na 14ª edição, onde continua a ter papel preponderante,
até na conquista de jovens para a prática de artesanato.

Sempre que solicitada, colabora com outras associações locais
como, por exemplo, várias comissões das Festas Sebastianas na
organização da “Semana Cultural” com a APOJ e a AJAF
(associações juvenis locais), por exemplo, na organização do
“Festival de Folclore” concelhio, em 2005, na promoção de jogos
tradicionais, na presença e participação em debates e colóquios…
Tem organizado tertúlias literárias, muitas vezes com a participação
de escritores nacionais como Mário Cláudio, Cáceres Monteiro,
José Carlos Vasconcelos…

A sua colaboração com a Junta de Freguesia de Freamunde,
nomeadamente a nível de organização das festas de aniversário da
sua elevação a cidade bem como com a Câmara Municipal de
Paços de Ferreira  tem sido também uma tónica na sua actuação.
De relembrar que aquando dum aniversário da criação do concelho,
organizou o livro “Terras de Ferrara – Nós e a paisagem” com
autores locais e tem participado nas feiras do livro.
Mais recentemente, criou o “Ensemble Vocal de Freamunde”, um
agrupamento dirigido pelo jovem maestro Sílvio Cortez, que tem
agradado a amantes e a críticos da música e tem percorrido vários
pontos do país e do estrangeiro como Itália, Noruega, Espanha e
Grécia, tendo, num concurso deste país, obtido o 3º lugar – medalha
de bronze.

Por sua iniciativa, foi levada a efeito a homenagem a Fernando
Santos – Edurisa Filho, em que se comprometeram a AJAF, o GTF e
a Associação Musical de Freamunde. A partir daí a Banda de
Freamunde começou a tocar a música da “Gandarela”, opereta
criada por aquele criador do GTF – Grupo Teatral Freamundense, o
que faz emocionar os freamundenses.

Neste fim de 2007 colaborou com a CMPF na organização do
“Setembro Jovem” e começou a exibir filmes na Casa da Cultura de
Freamunde (no passado dia 12 foi “Volver” de Pedro Almodôvar) e
vai fazer a apresentação de “Caril dos Anjos” de João Abreu, no dia
26, ainda o último livro de José Carlos Vasconcelos e “Miguel Torga”
de Conceição Campos a propósito do centenário desse ilustre autor
português.
A.A.L.F.